Software disenchantment (em português!)

Nessa peça, Nikita Tonsky analisa como, com avanços em hardware, a indústria de software se permite entregar programas cada vez mais ineficientes e custosos para o usuário, com a justificativa de os computadores são rápidos e de que "tempo de programador é mais caro que tempo de computador". Ele encerra a análise com um manifesto e uma chamada para que melhoremos enquanto indústria:

Eu quero ver o progresso. Eu quero mudança. Eu quero ver state-of-the-art em engenharia de software melhorar e não só ficar parado no tempo. Eu não quero reinventar a mesma coisa toda vez, geralmente maior e menos performática. Eu quero algo que eu possa acreditar, um propósito válido. Um futuro melhor do que temos hoje e eu quero uma comunidade de engenheiros que compartilham dessa visão.

O que temos hoje não é progresso. Nós mal atingimos os objetivos de negócio usando ferramentas pobres. Nós estamos travados no mesmo local e ninguém quer se mover. Não é nem um lugar legal, é gigante e ineficiente. Nós simplesmente nos acostumamos.

Então eu quero falar em voz alta: Onde estamos hojé é estúpido. Como engenheiros, nós podemos e devemos fazer melhor. Nós podemos ter melhores ferramentas, nós podemos construir apps melhores, mais rápidos, mais previsíveis, mais confiáveis, usando menos recursos(milhares de vezes menos!). Nós precisamos entender profundamente o que estamos fazendo e o porque. Nós precisamos entregar: Segurança, previsíbilidade e a melhor qualidade possível. Nós podemos e devemos ter orgulho de nosso trabalho. Não apenas “dar o que temos”.

Eu espero que não esteja sozinho nisso. Eu espero que tenha pessoas ai fora que queiram fazer a mesma coisa. Eu ficaria muito feliz se, pelo menos, nós começarmos a discutir sobre como a situação atual na indústria de software é ruim e depois talvés descobrir como sair desse estado.